“Festival do Cogumelo foi um sucesso e é para continuar”

O Almeirinense esteve presente no certame e comprovou que a iniciativa foi um sucesso. Bruno Oliveira, Presidente de junta da Parreira e Chouto, esteve à conversa connosco e revelou que será um evento a perpetuar e que quer dinamizar ainda mais as próximas edições.

Qual o balanço da 1ª edição do Festival do Cogumelo? E qual o objetivo?
Enquanto presidente, sinto-me orgulhoso pois superámos as expectativas. O primeiro festival do cogumelo da Parreira foi um sucesso, penso que foi um evento marcante na freguesia e no concelho.
Tínhamos como objetivo valorizar o cogumelo, as empresas do ramo, a riqueza dos solos da nossa charneca mas, acima de tudo, preservar a história e pensar no futuro do cogumelo para a nossa freguesia.

É um evento para continuar?
É um evento que tem todas as condições para ter continuidade, certamente será melhorado continuamente, sou um progressista e acredito que o festival será constantemente aperfeiçoado.

Que importância tem o cogumelo na localidade?
O cogumelo tem uma importância extrema na nossa freguesia e concelho, quer na atualidade quer no passado. Atualmente, temos na freguesia e concelho produtores, distribuidores e comerciantes de cogumelos. Ainda temos também muita população que faz da apanha do cogumelo silvestre uma atividade complementar.

Tem noção do número de visitantes?
Tivemos cerca de dez mil visitantes.

Agora que ficou com a noção do que pode fazer no evento, já tem alguma ideia para o futuro?
Sim, tenho muitas ideias concretizáveis no futuro, mas não as posso revelar!

Contou com o apoio do Município da Chamusca. É uma mais-valia contar com este aliado?
Sempre. O município da Chamusca é um aliado nato de empreendedorismo. Trabalhámos sempre em conjunto e consonância neste festival, de forma a apresentar um festival digno no concelho.

Gostava de agradecer ao município, aos nossos colaboradores, academia sénior, rancho folclórico da Parreira, associações e coletividades presentes e a todos os nossos visitantes.

M.V.