Turismo motorizado associado à gastronomia

O Kartódromo Quinta da Conceição, em Almeirim, está a festejar 20 anos de existência e para assinalarmos a data, nada melhor que uma conversa com Rui Caetano. Fazemos um balanço deste desporto motorizado e lançamos o ano de 2017 com novidades.

Rui, este ano assinalam-se 20 anos da abertura do Kartódromo. Que balanço faz?
O balanço é positivo pois conseguimos manter-nos como uma referência do Karting de Lazer em Portugal, sendo esse o nosso principal objetivo.

Quais os momentos mais marcantes?
As 24 Horas, para nós, são emblemáticas. É o nosso maior evento e, por isso, nos marcam todos os anos.

O espaço é mais do que um local para andar de karts?
Sim, é um espaço também de convívio e de eventos da mais variada ordem. Ao longo destes anos temos tido inúmeros eventos importantes no espaço do Kartódromo.

Parece que, depois do “boom” inicial, o Kartódromo ganhou, definitivamente, um espaço no lazer de almeirinenses e visitantes?
Sim, nos primeiros anos o boom dos karts foi imenso, tínhamos em Portugal cerca de 40 Kartódromos a funcionar, e havia clientes para todos. Hoje, contam-se com os dedos de uma mão os kartódromos que continuam a funcionar com a atividade regular, e nós, com o nosso trabalho, estamos nesse lote.

A aposta no turismo, por parte de Almeirim, tem tido efeitos positivos?
Claro que sim, é muito importante para nós estarmos em Almeirim, por tudo o que a cidade nos dá. Quando as empresas ou grupos de amigos querem marcar as provas, ajuda bastante estarmos na capital da Sopa da Pedra, uma vez que, a seguir às provas, normalmente marca-se sempre um almoço ou jantar em Almeirim, sendo, por isso, importante, encontrarmo-nos numa zona de relevância gastronómica.

Ainda há a ideia de que o desporto é caro? Não é bem assim?
É, de longe, o desporto motorizado mais barato que se pode fazer, e considero que se gasta o mesmo que em qualquer outra atividade de lazer que se tenha como hobby.

No ano passado, o Kartódromo recebeu também uma prova de motas. Que balanço fazem dessa atividade diferente?
Já ao longo de muitos anos em que fizemos provas do campeonato nacional de super moto, Almeirim fez sempre parte do calendário. Este ano, a Federação tentou relançar o mesmo e foi-nos solicitado que houvesse a prova final em Almeirim, e com a ajuda da secção de motociclismo da Associação 20 Km conseguimos pôr de pé a prova.

É para repetir?
Sim, Almeirim vai ser uma das pistas onde irá passar o campeonato de 2017.

As 24 horas continuam a ser a grande prova?
Claro que sim, as 24 Horas são a nossa festa anual, penso que em 2017 só haverá 24 horas na nossa cidade. Continuamos a lutar para conseguir as condições necessárias para a realização deste grande evento e para isso temos contado sempre com o apoio logístico do nosso Município. Este ano, penso que continuaremos a contar com o patrocínio da Gamer Shop, loja online de equipamento de gaming da nossa cidade.

Há planos definidos para 2017? Quais?
Claro que sim, temos o nosso calendário anual sempre igual: 24 Horas de Almeirim, a 29 e 30 de abril e 1 de maio; 200 milhas, a 18 de junho; 4 Horas Summer Karts, a 26 de agosto; 6 Horas de São Martinho, a 11 de novembro; 160 voltas natalícias, a 16 de dezembro; durante outubro, dezembro, janeiro e fevereiro de 2018, o Troféu Restaurante O Forno. A prova do campeonato de Super Moto ainda a calendarizar.