Da esquerda para a direita: Cultura

Três anos de mandato, e após umas eleições bastante concorridas, este executivo camarário está de parabéns. Pois, em três anos houve muito trabalho e desenvolvimento realizado na nossa cidade de Almeirim. Todos nós sabemos das dificuldades que o nosso país atravessou, e das dificuldades de todas as câmaras municipais para se conseguirem sustentar. Felizmente, e com a boa gestão feita pelo executivo, Almeirim não parou de crescer e evoluir.
Passando a referir algumas das obras já executadas, iniciadas e já com projetos feitos: Nova ponte de Benfica do Ribatejo; remodelação do edifício das Escolas Velhas (1ª fase); edifício da Base Permanente da Força Especial de Bombeiros; remodelação e melhoramento dos edifícios das extensões de saúde de Raposa e Benfica do Ribatejo; restauro da ponte centenária D. Manuel, em Benfica; instalação do relvado sintético no estádio municipal; alcatroamento da Estrada Velha dos Paços; rampa de acesso à Conservatória; alcatroamento da estrada principal de Marianos e execução de passeios; novo troço da circular urbana; remodelação e melhoramento do edifício da extensão de saúde de Fazendas de Almeirim; novas bancadas, balneários e sedes para clubes, no Estádio Municipal; edifício da URL – Unidade de Logística Nacional; requalificação da Escola do Moinho de Vento; nova sede do Fazendense; requalificação do Campo do Sporting nas Fazendas; edifício do CDOS (Comando Distrital de Operações de Socorros); requalificação dos espaços exteriores do Bairro Ancofa. Fica aqui, apenas, algumas delas para que mesmo quando a memória nos falta nos possamos recordar.
Agora 2017, um ano de eleições autárquicas, um ano de desafios para todos nós. Nós, os seres humanos, nunca estamos contentes/satisfeitos com o que temos, faz parte de nós querermos sempre mais e melhor, e isso é um grande desafio para os políticos – conseguir satisfazer todos com as suas preocupações e direitos. Agora um desafio também grande, os jovens. Todos nós sabemos que a grande maioria dos jovens hoje em dia desinteressam-se totalmente pela política, e cabe a nós lutarmos para que isso seja diferente. E em ano de autárquicas, todos nós, independentemente dos partidos, devemos conseguir incentivar este eleitorado a participar e a interessar-se por este tema. Pois não nos podemos esquecer que vão ser estes jovens que vão tomar conta da nossa cidade num futuro.
Finalizando, deixo o alerta: não nos podemos deixar enganar, visto que as maiorias absolutas se fazem de inércia política.

Joaquim Gomes

Partido Socialista, Estudante Universitário,
Bombeiro Municipal

.