Da esquerda para a direita: Mobilidade

O nosso Concelho tem muitas situações nas quais nos deparamos com soluções muito diferentes e de eficácia também diversa. Vejamos os casos das pessoas com reduzida mobilidade, seja por andarem em cadeiras de rodas ou de quem tem de empurrar carrinhos de bebé. Para começar temos as situações dos passeios que infelizmente nem sempre são os mais largos contudo por vezes torna- se quase impossível alargá-los como acontece no caso de várias ruas de Almeirim. Apenas se proibirmos a circulação automóvel o que também não seria solução. Aqui temos de ponderar a regulamentação do estacionamento de um lado da rua deixando o outro lado com passeio para as cadeiras de rodas e carrinhos de bebé. Depois temos os objetos nos passeios, seja os caixotes do lixo, seja os postes de eletricidade e sinais de trânsito. No caso dos caixotes do lixo estes são necessários e apenas teremos ou de garantir que um dos lados da rua tem espaço suficiente ou então converter o caixote problemático num dos novos caixotes do lixo subterrâneos que ocupa menos espaço. Os postes de eletricidade e sinais de trânsito devem estar localizados nas extremidades dos passeios, seja junto às paredes/muros ou junto à estrada mas nunca no meio. Claro que no caso dos sinais este deve ser visível junto à estrada e por isso se estiver encostado a uma parede pode e deve haver um prolongamento até à estrada que o torne visível. Deve também haver o cuidado quando se coloca novos objetos, como por exemplo as varolas para as largadas de toiros, de verificar se os postes de eletricidade têm uma colocação que permite a passagem de cadeiras de rodas e carrinhos de bebé. Infelizmente também não há esse cuidado. Temos depois as situações de acesso a edifícios que nos últimos anos teve alguns desenvolvimentos significativos com as pessoas de mobilidade mais reduzida a terem rampas que lhes permitam aceder aos locais, principalmente os públicos. Por último o acesso às passadeiras. Aqui não posso deixar de falar das lombas do Concelho. As lombas em situação urbana devem ter duas funções essenciais: reduzir a velocidade dos veículos e ajudar quem quer passar a estrada para que esteja sempre ao mesmo nível seja no passeio seja na estrada. Assim sendo, deveria haver essa dupla preocupação com as lombas. Temos exemplos de lombas tão exageradas que quase os danificam os carros à sua passagem e podem originar acidentes caso os condutores não se apercebam delas e não reduzam a velocidade como as existentes junto às piscinas em Almeirim e nas Fazendas perto do campo Sporting. Há situações em que se fez as lombas altas pois os passeios eram mais altos. Mas aí é que está o erro pois a parte de passeio junto à passadeira deveria ter sido rebaixada para todos (peões e veículos) passarem sem problemas. Um bom exemplo de lombas que cumprem essa dupla função é a das existentes junto ao quartel de Bombeiros de Almeirim. Será importante que os nossos dirigentes tenham mais atenção a estas situações e que todos os habitantes do Concelho de Almeirim tenham um local melhor para viver.

João Lopes
Partido Social Democrata

.