Crónica da Cidade por Elias Rodrigues

Por iniciativa da Assembleia Municipal, com voto unânime de todas as forças políticas, vão ser comemorados os 40 anos da revolução dos cravos, que nos trouxe a liberdade e a democracia.

A programação será apresentada sábado 5 de abril no auditório da Biblioteca e logo no dia seguinte, domingo 6 abril (21horas), realiza-se no Cine –Teatro o espetáculo “AVIVAR ABRIL”com entradas gratuitas, onde brilhará um Concerto coral e Filarmónico pelo Orfeão e Orquestra
da BandaM., Poemas por Ana Salema (ESMA), apontamento teatral por Carlos Chona e Tributo a José Afonso por Tiago Fernandes e João Nogueira.

De realçar o envolvimento da juventude através das escolas, com trabalhos escritos e visuais sobre a data que mudou a história do nosso país. É um imperativo de cidadania testemunhar junto dos jovens que não
viveram a ditadura, a falta de liberdade de expressão, os dramas da guerra colonial, a discriminação social, a exploração desenfreada de quem trabalhava de sol a sol, sem sindicatos, direitos ou garantias.

Que se reconheça com verdade as grandes melhorias advindas com a liberdade, democracia e paz, que não deixaram de ter reveses e dificuldades, ilusões europeias e erros de governação que hoje pagamos
fortemente. A culpa não é dos generosos ideais de Abril mas dos políticos que, servindo-se do poder, desvirtuam a democracia e os seus valores de equidade e justiça social. A Democracia (representativa e participativa), é o melhor sistema político de que dispomos e que devemos defender dos cúmplices da especulação financeira que acentua as desigualdades, corrói a democracia política e a soberania dos povos mais frágeis .

Defendamos Abril, a liberdade e a democracia que tanto custou a conquistar!

.